segunda-feira, 27 de setembro de 2010

já dei o tempo que precisava à minha cabeça, mas a inspiração e vontade para dedicar aqui ao cantinho foi-se... aguardam-se dias melhores...

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

ando a balançar entre dois pólos e muito poderia escrever sobre isto, mas não quero e não o vou fazer... vou antes dar um tempo, já que preciso dele para aliviar ideias...

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

HIP-HOP

ando a pensar na coisa... e muito...
tenho andado aqui que nem posso, sei que uma pessoa tem um "assunto" para falar comigo desde há duas semanas, mas ainda não "teve tomates" para o abordar, eu continuo à espera, supostamente amanhã será o último dia que tem para o fazer e eu sinceramente continuo com dúvidas que o faça. Já passei pelo sentimento de raiva, já estive furiosa, já estive vai-não-vai para o puxar, já me informei com "terceiros" e agora provo a curiosidade... curiosidade por saber como o vai fazer e curiosidade por saber como irei eu reagir!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Os poderes milagrosos da pulseira Power Balance que promete equilíbrio e mais não sei o quê nunca me convenceram, mas hoje ao ver um programa de televisão que se deu ao trabalho de a cortar e mandar analisar, fiquei com a certeza que não passa de um bocado de plástico manhoso com um simples autocolante e sejamos sinceros, a pulseira é para lá de horrível... mas assim como assim, aposto que deve ter dado um equilíbrio enorme às contas da empresa que a inventou!
o primeiro da minha recente lista já cá canta...
sinto uma falta desgraçada do meu Scuba... ai Janeiro que nunca mais chegas...

terça-feira, 14 de setembro de 2010

acabei de partir o gargalo a uma garrafa de vinho a tentar tirar a rolha, serei azelha ou isto é normal acontecer????
hoje sem quês nem porquês recebi uma chamada de um individuo que estava à procura de uma colaboradora e que por meio de um conhecido meu tinha o meu numero e um monte de referências minhas como a "tal" para o lugar, devo confessar que a proposta ao telefone não me desagradou e como tal fui à entrevista mal que saí do trabalho.
Acabada de chegar deparo-me com um meia lecas de camisa meio aberta e com a pelagem toda à mostra -nooooooo-joooooooo- depois de ouvir a discrição da empresa, do lugar em si, do horário, do ordenado, do contrato, dos funcionários e tré té té (que se diga de passagem não era uma má proposta e ainda por cima a dois passinhos de casa) como cereja em cima do bolo disse-me que para o caso de aceitar a proposta teria de assinar a minha carta de demissão antes de assinar o contrato, forma esta que é regra da empresa e que lhe permite estar em segurança, "what?????????? na percebo????? carta quê?????? desculpe mas não entendi" e ele com toda a paciência e toda a "lata" lá voltou a explicar e eu cheguei à conclusão que afinal não tinha ouvido mal (a carta ficaria em seu poder até quando ele entendesse que tinha chegado a altura de a usar), a minha resposta foi imediata, mas a minha indignação ainda continua. Eu não sei se isto foi um caso isolado ou se é prática corrente, mas ainda assim foi a maior barbaridade que ouvi até ao dia de hoje... uma ofensa!

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

ai Jasus que estou com uma telha desgraçada, não sei muito bem porquê, mas estou, deve ser porque estive uma eternidade no supermercado entre filas para a charcutaria, para a massa fresca, para a peixaria e para a puta da caixa... o estrago que três noites mal dormidas fazem na minha disposição, basta qualquer coisinha para me pôr em ponto de rebuçado!

sábado, 11 de setembro de 2010

É TÃO ÚNICO QUE NEM POR SOMBRAS PODERIA PERDER ESTE EVENTO...


e eis que um vez por ano (ohhhhhh) esta cidade está aberta a partir 19:30 da noite, pronto admito, estou a exagerar, mas convenhamos que vida nocturna (e não falo só e unicamente de discotecas e bares) é coisinha que não abunda por estas bandas, como tal, tenho que ver isto com os meus próprios olhos... significa basicamente que estará tudo aberto, tudo tudinho, com mais umas animações à mistura, durante 24 horas, é tão inédito que tenho que ver para crer!
viagem do gajo a Portugal dentro de algumas semanas, confirmada e marcada, estou triste em dobro, por não poder ir agora a Portugal e por ficar sozinha quatro dias, chiuuuuuu mas isto é só um desabafo entre nós, porque se ele desconfia que o meu "teatro"de encorajamento não passava disso mesmo, vai ficar chateado e para chateada já basto eu... entretanto aproveito para fazer uma lista de coisas que quero que ele me traga e outra do que ele vai levar!

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

mais umas horas bem passadas...
vou voltar à escola de Italiano, ainda estou à espera que me confirmem o dia, mas irei voltar. Creio que irei aproveitar mais agora do que quando lá andei no início deste ano, pois já me sinto familiariza-ta com a língua, mas a pronúncia dá cabo de mim, e aqui sim, tenho que batalhar.
Outros estudos virão para o início do próximo ano...

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

conto pelos dedos das mãos os amigos que tenho, não preciso de frisar que são aqueles amigos do peito, aqueles a quem muito se quer bem e tré té té, falo de amigos e acho que isso basta, sinto-me feliz por cada um deles, pelas qualidades e defeitos de cada um, por saber que são especiais e que são meus, só meus! Tenho pena que apenas um deles esteja aqui comigo, queria-os a todos aqui, mas as nossas vidas tem estradas diferentes e esta é uma realidade à qual já me habituei, mas ainda assim, a esta distância de 2500 kms nunca, mas nunca os esqueço e nem eles deixam que isso aconteca.
Pedro, este post é para ti (que sei que me visitas desde há muito em segredo), doi-me o coração saber que continuas a sofrer e não te posso dar aquele abraço que precisas...
"Há um tempo que é preciso abandonar as roupas usadas... que já têm a forma do nosso corpo... e esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares...
É o tempo da travessia... e se não ousarmos fazê-la... teremos ficado para sempre...
À margem de nós mesmos!"
Fernando Pessoa

adormeci ontem com um temporal que há muito não tinha memória, por mais que viva nesta terra nunca me conseguirei habituar à violência dos trovões e do medo que me provocam, e cheguei muitas vezes a perguntar-me se teria sido boa ideia vir morar para o quinto e último andar de um prédio...

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Setembro, é desde há muito um mês de balanços, renovação, de planificar novos objectivos e novas metas, pensei que este ano fosse diferente, tinha adiado estes balanços para o final do ano, mas o mês começou cheio de surpresas e algo me diz que devo começar a dedicar algum do meu tempo a pensar em algumas mudanças que possam vir, mesmo que as mesmas não tenham sido sequer consideradas por mim, mas que me começa a parecer que irão acontecer contra aquilo que tinha planeado...

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

domingo, 5 de setembro de 2010

da esplanada, onde almocei hoje, via grande parte da costa de Genova, via também muita gente que aproveitava os tímidos raios de sol para conservar o bronzeado, via cinco pescadores que pacientemente tentavam a sorte no pontão, via um casal de namorados que passeava num jardim por baixo da esplanada, via a discoteca "da moda" e pensei cá para mim que um destes dias vou lá dar um salto para abanar o esqueleto, vi também um navio cruzeiro que se aproximava do porto, mais um, e mais uma vez desejei estar ali dentro, durante mais de uma hora e meia vi e ouvi tudo o que se passava além da minha mesa, ouvia as vozes das pessoas que me acompanhavam como se estivesse dentro de água, ouvia sempre as mesmas conversas regadas sempre com as mesmas queixas, entre um trago e outro de vinho branco voltava a olhar o mar, e assim estive durante quase duas horas, a apreciar o único motivo que me fez ir até ali... olhar e sentir o mar!
e eis que em vez de "un giorno di festa", tenho "due giorni di festa", entenda-se folgas.... weeeeeeee... nem sei o que fazer com tanto tempo livre, bem saber sei e sei muito bem, a questão é que quando renunciei a um dia de folga nunca pensei que me fizesse tanta falta, pensei que um dia bastaria para repousar e tudo mais, mas não, não chega, ou melhor, não chega e não vale a pena, de facto é compensado monetariamente mas não é valorizado o esforço, a dedicação, o cansaço acumulado, as poucas horas de sono... como tal voltamos a uma vida um pouco mais normal, menos stressada, com mais tempo para nós, quem amamos e para quem nos ama!

sábado, 4 de setembro de 2010

CIBELLE

descobri-a quase por acaso e adorei-a desde o primeiro instante... a musica envolveu-me e o gênero conquistou-me por completo, enquanto não tive na minha mão os álbuns "Cibelle" e "Shine of Dried Electric Leaves" não descansei... tenho pena de não a ter descoberto antes... aqui fica um cheirinho...

o dia hoje foi enorme, minutos demasiado longos que se prolongaram por horas intermináveis, não via a hora de os ponteiros baterem nas quatro para me por a milhas. Enquanto o relógio não cumpria a sua função, finalizei mais um livro de Sparks, uma vez mais não me decepcionou e ofereceu-me mais uma grande leitura. No caminho a casa não me distraí com nada nem com ninguém, e respirei de alívio quando meti as chaves à porta e vi o meu castelo, o meu porto de abrigo, o meu lar doce lar. Daqui ainda não saí nem tenho intenção de o fazer, o telemóvel está em modo silencio, a preguiça no seu ponto alto, o que significa que não há arrumações nem limpezas para ninguém, ainda não decidi se vou ver um filme ou começar um novo livro, sei apenas que mal esta preguicite me passe, preciso de reorganizar ideias, definir metas e tomar decisões!

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

ESTOU OFF...

a semana acaba em beleza com a minha bela gripe e com o "diz-que-disse que era e que afinal já não é" de um anormal com o qual tenho que lidar diariamente, anormal esse que sempre pensei que era merecedor de algum respeito mas que hoje me provou que é mais um anormal numa terra de anormais... isto é capaz de não fazer muito sentido, mas atendendo que tive uma pseudo-reunião que mais parecia um briefing de um espetáculo de circo, acho que a coisa se justifica!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

MIMINHOS...

um amigo, daqueles que não se esquece e que a distância não apaga, mimou a menina com estes dois presentinhos... gostei tanto, mas tanto, que por breves momentos me esqueci desta maldita gripe que acordou comigo hoje e me deixou o corpo e a cabeça num oito!

...









começar o mês numa onda egocêntrica