quinta-feira, 3 de abril de 2008

e treze anos depois...







Ainda nem estou em mim... treze anos depois vou voltar a uma das cidades que mais gostei de visitar... LONDRES!!!

As motivações que me levam hoje, são bem diferentes das que me levaram no passado...

Há treze anos fui numa viagem de finalistas... isto quando ainda andava eu no 9º ano... resolvemos quebrar a velha tradição de que as viagens de finalistas unicamente se faziam no 12º ano.... e com a ajuda (indespensável) de um profa de Inglês (que sinceramente, já não me recordo do nome), organizamos tudo e partimos à aventura numa viagem que durou 9 dias, partimos de Lisboa de Autocarro numa noite de Abril e 2 dias depois ... VOILÁ... Londres penetrava no nosso horizonte... foi a 1º vez então, que pisava solo estrangeiro, e devo reconhecer que para mim foi mesmo uma grande aventura... ficamos instalados em casa de familias inglesas, em Dover, e durante esse período abriram-nos as portas de suas casas, deixaram-nos visitar a sua cultura e cuscuvilhar a sua vida... a minha companheira de casa foi a Ana Filipa (uma amiga que apesar de não ver há séculos, mora com muito carinho no meu cuore)...

Hoje (ou melhor, daqui a uma semana... no dia 11 de Abril), parto para férias, o chamado City Break... vou a Londres com o meu Luv...

Esta viagem estava prometida, praticamente desde que nos conhecemos, mas a vida dá mil e uma voltas e ainda não tinhamos tido a oportunidade de a concretizar... ora porque as nossas férias não coincidiam, ou porque não tinhamos capital disponivel para a aventura, ora porque entretanto tinha surgido a oportunidade de visitar outra cidade... e assim fomos adiando e adiando e adiando...

Não quero com isto dizer que agora ando a nadar em dinheiro (infelizmente), nem que disponho de muito tempo (idem), mas o fenómeno das Low Cost, vieram revolucionar o modo de viajar de muitos turistas, no qual eu e o meu Luv nos incluimos... e assim sem mais desculpas e sem ter de fazer grandes contas ao orçamento, partimos rumo a mais um fim de semana, que espero, que seja tão especial como todos os outros que temos tido a oportunidade de fazer...

Agora que o dia se aproxima, começo a ficar com as chamadas, borboletas na barriga... não só porque estou mortinha para quebrar a rotina, mas principalmente porque andar de avião me perturba imenso...eu sei que são apenas 2h e 30m, mas para mim, só o facto de entrar num aeroporto, aliás, só o facto de pisar um aeroporto, me deixa nervosa...

Mas tem de ser, até porque viagens de autocarro... não são mais agradáveis e muito menos seguras...

...e assim, vou contando os dias, esquecendo a montanha de trabalho que tenho espalhado sobre a secretária, os exames na faculdade que se aproximam e as chatises do dia-a-dia...

Sem comentários: