sexta-feira, 24 de outubro de 2008

ESTE MEU BOSS É UMA COMÉDIA

Esta empresa prima de facto por situações tão caricatas que até se tornam parvas, isto a respeito das contas finais de um funcionário (brasileiro) que vai embora no final do mês, depois de chegarmos à conclusão de todos os seus direitos (está lá tudo, cêntimo por cêntimo), diz-me o meu Boss: agora antes de emitir o recibo veja se ele concorda com essas contas? Annn, Se concorda??!! – respondi eu – porque não haverá de concordar estão aqui as contas todas, tim tim por tim, férias, subsídios, férias não gozadas e tré té té que havia ele de querer mais???? Ahhh é que eles por vezes são complicados e assim é melhor confirmar antes se ele está de acordo?… ??!!!
Dahhh, isto de facto parece mentira, eu de facto já me despedi de alguns trabalhos e quando chega o fatídico momento final (porque já estou antecipadamente informada acerca dos meus direitos, porque isto hoje não está para confiar nem no papa) estendem-me o cheque e dizem: Comé, queres ou não??? E mai nada...

15 comentários:

Miepeee disse...

Oh pa entao se o teu colega nao concordar ele da mais dinheiro? No dia em que saires diz que nao concordas :)

gimbras.nofuturo.com disse...

Exactamente, se o gajo n concordar? Dão-lhe mais?
Nice job you have there, nice boss too.

ondas disse...

...e mai nada!! lololol

Ianita disse...

É um sinal de respeito, digo eu. Para a pessoa não se sentir encurralada. Mostrar as contas.

Até porque na maioria da empresas não fazem as contas como deve ser, na esperança que o funcionário não perceba...

É só uma forma simpática de terminar o vínculo.

kISS

AB disse...

Concordo com os anteriores comentarios.E se ele não concordar, da-lhe um aumento?
Òh pá muito gostava eu que o fulano não aceitasse e pedisse mais.
Beijoca, bom fim de semana.

Noiva Judia disse...

quem em dera que no emprego onde me despedi em janeiro me tivessem feito essa pergunta. queriam que eu viesse embora com 1500 euros a menos do que tinha direito. mas eu como já estava à contar com a tramóia, arranjei quem me fizesse as contas como deve ser e espetei-as na tromba da boss. pagou e não bufou...

Nuno disse...

Epá, o buzílis da questão é que o empregado é brasileiro e, embora eles sejam simpáticos e alegres, também têm um temperamento difícil. Se se sentem injustiçados, a coisa pode dar para o torto. Olha o que aconteceu no banco BES...

Obviamente, estou a brincar. :) Mas acho que o teu patrão sofre é de excesso de zelo. As coisas são como tu dizes e mais nada: Queres, queres; não queres, desanda.

Beijinhos,
Nuno.

O QUATORZE disse...

Boa Noite
Há de tudo, Bons-Indemnização por inteiro, Médios- meia e aqueles vigaristas que nada querem pagar.
Amizade
LUIS 14

PAULO LONTRO disse...

Esse teu Boss tem quê... 100 anos?
É de bom tempo.
Já tás mesmo a ver que quando quiseres dar o salto... podes pedir o que quiseres!!!!

Gracinha disse...

LOL

Pedro Barata disse...

Um boss à moda antiga...

Bjinhos

Maria Manuela disse...

E se esse ex colega pedir o dobro ? O teu boss dá ???

nagareboshi disse...

se ele não concordasse o que é que o chefe fazia hehehe essa é boa, o boss tem de abrir a pestana!

Andreia do Flautim disse...

Eu para dizer a verdade não percebo ainda muito disso. Se uma pessoa se quer despedir como é que isso funciona?

@me@@@ disse...

Andreia

Funciona de uma forma muito simples, a pessoa apresenta a sua carta de rescisão de contrato, dá o aviso prévio conforme a lei (de 1 mês se inferior a 2 anos, e 2 meses se supererior a isso) as continhas são todas feitas, neste caso vencimento e proporcionais de férias e natal e já está... caso não saibamos fazer essas contas vamos ao IDICT e eles esclarecem todas as dúvidas!