quinta-feira, 9 de abril de 2009

NÃO ME CONSIDERO PÚDICA...

nem nada que se pareca, não tenho nem nunca tive qualquer problema em falar de sexo, óbvio que o abordo de forma diferente dependendo com quem estou a falar, mas para mim é um assunto que além de interessante é muito normal... mas sinceramente enerva-me quando ele é abordado de forma gratuita ou ordinária e quando assim é, abandono o barco e vou pregar para outra freguesia!!!
A forma como lidamos com determinado tema, depende da vivência e da experiência que nos molda como pessoas, é certo, que os tempos também mudaram (graças a Deus) e com ele mudaram mentalidades e formas de estar... mas quer-me cá parecer que determinadas pessoas confundem um pouquinho isso e chegam a roçar o limiar do grosseiro... mas claro, é apenas a minha opinião!

14 comentários:

angelasoeiro disse...

A tua e a minha... Penso exactamente assim, mas as pessoas confundem a abertura e a normalidade ao tema com vulgaridade! Ás vezes o falar ou não falar e o próprio modo como se faz, não se trata de tabu ou pudor, mas sim de uma questão de intimidade! :)
Mas tal como dizes: É só a minha opinião!

Ianita disse...

Pois... é uma questão de bom-gosto também.

Não tenho preconceitos e nem pré-conceitos e falo de forma aberta relativamente a tudo. Ainda assim, mesmo falando abertamente, não ajo de forma libertina. E por ser contida em termos de acções, também não quer dizer que seja púdica. Assim como não falar de forma grosseira também não o é.

Kisses

Noiva Judia disse...

Pois, há gente que não tem a noção do bom senso e não sabe moderar a linguagem. Tenho um caso desses na famelga, que até já fez com que eu deixasse de me dar com essa pessoa. É que chegava a ser embaraçoso estar com ela onde quer que fosse. Querem tanto dar a imagem de desinibidas e não vêem que só passam por ordinárias.

PAULO LONTRO disse...

Normalmente quem fala assim de forma aberta e a raspar o ordinário não fala assim apenas sobre esse tema, falará assim de muitas outras coisas.
Há pessoas que até têm uma certa piada porque são abertas e divertidas em tudo.
Concordo no entanto com o facto de existir um tipo de pessoas que ordinária na sua natureza e isso reflecte-se mais no tema do sexo, esses sim não é fácil acompanhar a conversa.
Esta minha lenga lenga serve apenas para dizer que podemos separar o trigo do joio ou seja temos que conhecer a pessoa para a entender e assim fazer um juízo de valor.
Obviamente, no abstracto, o que escreves ME faz todo o sentido.

Olhos Dourados disse...

Concordo contigo, há maneiras e maneiras de falar das coisas.

DANTE disse...

Cada um f...ala á sua maneira ;P

Beijo @me@@@ :)

korrosiva disse...

Dependente com quem se fala e do tom da conversa..

Beijinhossss

vício disse...

concordo contigo!
também não sou pudico mas detesto brejeirices!

A Teoria do Kaos disse...

concordo com a Korrosiva.

Bjs e Boa Páscoa

Maria Tudor disse...

Ah pois é ... O limite entre o liberal e o vulgar, neste caso é muito ténue...

:)

João disse...

Sim, há gente com quem não se consegue ter uma conversa sensata.
Entram logo na ordinarice e na pouca vergonha...

New Radical disse...

O Sexo hoje em dia é muito "mal tratado", e concordo plenamente contigo.

Kiss

L!NGU@$ disse...

Sim, há muito quem abuse na forma de tratar alguns assuntos. è fazer como fazes. Ir pregar para outra freguesia.

Pedro Barata disse...

Estou de acordo contigo, há formas e formas!
Beijinhos