quinta-feira, 27 de maio de 2010

CONTINUAçAO DO POST ANTERIOR...

ainda nesse mesmo dia da tal entrevista da cagada, de noite fomos jantar com mais um casal amigo a um restaurante brasileiro muito bom a Chiavari, a comida estava optima, o atendimento fantastico, o local era espetacular e so' pelo facto de ouvir falar a minha lingua por quase 3 horas ja' so' por isso valia a pena. Depois de jantar, enquanto faziamos uma caminhada a' beira mar para ajudar a digerir, veio a' tona a conversa da "tal entrevista" a que eu tinha ido de manha, pensava eu que aquilo tinha sido um caso sem exemplo, mas nao, uma das pessoas que nos tinha acompanhado no jantar é proprietaria de 3 sapatarias aqui em Genova e disse-me ela que NUNCA, EM CASO ALGUM, se pergunta numa entrevista sobre o ordenado, porque isso da' a sensaçao que a pessoa apenas esta' interessada no dinheiro e nao em trabalhar, a sério, saltou-me a tampa, poderia aceitar isto duma pessoa na casa dos seus 60 e muitos anos ou mais, mas nao de uma pessoa que tem menos 2 anos que eu e que tudo o que tem foi-lhe dado de mao beijada pelos pais, e acrescentou dizendo que empregados a' muitos e sao eles que precisam de trabalhar por isso é melhor que nao façam muitas perguntas e que trabalhem, como devem imaginar o que era uma conversa, passou rapidamente a discusao, ninguem se chateou com ninguem, mas paciencia tiveram que ouvir algumas coisas que nao queriam, nao vim aqui para fazer favores a ninguem e muito menos vou aceitar e compreender esta mentalidade de merda.
Fico triste por ouvir pessoas que supostamente sao o futuro a falar desta forma, pior, a pensar e agir desta forma. Por outro lado fico contente, porque sou uma pessoa diferente, porque tive uma educaçao diferente, porque tive a sorte de crescer numa cidade e pais que apesar de tao criticado, é muito, mas muito, muito melhor.
Sou eu que me devo habituar a Genova e nao Genova que se deve habituar a mim, e assim tenho feito, e tudo o que me ajude a andar em frente vou absorver como uma esponja, mas isto, ignorancia gratuita, NAO OBRIGADO, ja' me basta a minha.

3 comentários:

disse...

Me -fizeste bem. Tens todo o direito de saber qual o ordenado e quais as condições, antes de aceitares o que quer que seja. A reacção quer dessa pessoa quer da do post em baixo são despropositadas e fruto de uma sociedade já demasiado habituada a favorecer os patrões e lixar os empregados.

Cromossoma X disse...

De facto... Eu nao tenho experincia noutros paises (a bem dizez nem em Portugal tenho) mas nunca vi coisa assim. Essa de que o pessoal trabalha por gosto da-me vontade de rir!!

p.s. querida, adoro ler-te! Escreve mais, mais... so te faz bem :)

Olhos Dourados disse...

Que pariu!!
E eu a pensar que eramos uns atrasadinhos...