quarta-feira, 14 de julho de 2010

AFINAL NÃO SÃO SÓ OS PORTUGUESES QUE PASSAM A VIDA NUM DESFILAR DE DESGRAÇAS E AI AIS E MAIS NÃO SEI QUANTAS LAMURIAS...

não, na na ni na na não, por aqui toda a gente se lamenta, aposto que a históra da crise já passou de moda em Portugal e por aqui por estas bandas é tema do dia, a juntar à má prestação da selecção no mundial, do cabrao do Premier, do calor, dos preços dos alimentos, do transito e de tudo o que possam imaginar... ora eu, que me ando a levantar tão bem dispostinha que nem parece meu, tenho logo de manhã (vá, entenda-se meio dia) levar com um destes sodas que depois de entrar no espaço onde trabalho e de tecer mil e um elogios (mais que merecidos, convém salientar), começa a lamentar o facto de Itália estar cheia, a abarrotar pelas costuras destes malvados estrangeiros, que vêm para aqui para roubar o pouco que aqui há, e que treu teu teu e blá blá blá e paca paca e não se calava o cabrão, depois de meia hora a ouvi-lo e já sem paciência nenhuma viro-me e digo "lamento não partilhar da sua opinião, poderia enumerar os mil e um motivos porque digo isto, mas basta-me somente um, sou Portuguesa"... a carinha de merda com que ficou ninguém lha tirou, desdobrou-se em mil e uma desculpas (que para mim são igual ao litro), a minha patroa (que tem quase a minha idade e é assim meio maluquinha) desatou a rir que nem uma perdida... já lá vão os dias que me incomodava com isto, que respondia lixada e em jeito de defesa, hoje faço-o simplesmente com um sorriso no rosto, pois acho que é a única forma que se pode responder a um ignorante!

1 comentário:

Olhos Dourados disse...

LOL, bem feita!
Já tás tão bem ambientada que pensam que és italiana!