sábado, 25 de dezembro de 2010

hoje reunimos-nos todos à mesa de um restaurante todo supimpa, eu e a minha nova família emprestada e mais uns amigos, bebemos, comemos, bebemos, comemos e assim se passaram quase 5 horas de rabo alapado à cadeira a comer mais de 10 pratos seguidos. Não tinha esperança neste almoço, não pelas pessoas, mas pela noção que a palavra "distância" teve hoje para mim, mas felizmente correr tudo às mil maravilhas, ou melhor, o meu humor esteve às mil maravilhas... este post está um pouco estranho, mas garanto que o efeito do álcool já lá vai, é mesmo este turbilhão de saudades a falar!

Sem comentários: