sábado, 29 de janeiro de 2011

e pronto aqui ando eu, com a máscara de mulher forte mas toda fodida por dentro. Os dias passam e o que me doía agora começa a corroer, a fazer mossa, a fazer buraco. Como se ver quem me fez sofrer na merda fosse o meu objectivo, me desse algum prazer, me trouxesse alguma paz de espírito.
Preciso de recuperar a minha sanidade mental urgentemente.

1 comentário:

Olhos Dourados disse...

Isto podia ter sido escrito por mim...