segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

et voilá, aqui estamos em 2011!
Os dois primeiros dias do ano foram passados literalmente fora de casa a lorear a puvide, muito passeio, muita ramboia, almoçar na casa deste, jantar na casa daquele, ir beber um copo ali, mais um aperitivo acolá, dar umas voltinhas na montanha russa (num parque de diversões que até dá dó, se é que se pode chamar parque de diversões, mas enfim), rapar muito frio e chegar a casa completamente de rastos a pedir descanso, muito descanso!
Hoje logo pela fresquinha toca a dar corda aos sapatos e sair cedinho da cama, porque antes de partir para Portugal tenho uma infinidade de coisas para fazer. Comecei logo bem quando reparei que a minha caldeira morreu, resumindo não havia água quente nem aquecimento para ninguém, vai de aquecer água e inventar uma espécie de banho, quando meia hora depois acabei o que deveria ter demorado o máximo de 5 minutos, toca a ligar para a assistência e chorar para que venham cá o mais rápido possível, depois de muita espera lá consegui uma visita para quarta feira de manhã (muito frio vou rapar nesta casa até quarta feira, mas enfim).
Já com os nervos em franja vou à agência imobiliária (atrasadíssima) rescindir o meu contrato de aluguer, depois de assinada a papelada toca de ver outras possíveis casas, umas pequenas, outras caras, outras longe para burro, nenhuma com o jardim que eu tanto queria (e quero), uma pincelada, mas até 03 de Julho não me doa a cabeça, terei mais que tempo (espero).
Para relaxar um bocadinho fui até à minha rua favorita ver o que os saldos me ofereciam, mas para minha grande desilusão ainda não começaram, na melhor das hipóteses terei sorte lá para dia 06, resta-me esperar que os meus adorados oxford shoes em pele castanha e o meu casaquinho beje esperem por mim.
Agora é hora de meter mãos à obra e fazer limpezas nesta casa que mete medo, passar a montanha de roupa que me espera que não me lembro desde quando, recarregar este frigorífico e esta despensa e lavar mais outra tanta montanha de roupa... que bem que o meu ano começa, ano novo, mesma vida!

2 comentários:

S* disse...

Voltar à realidade, uma chatice.

Mr. Me disse...

Uma pincelada. Referes-te a quê, quando dizes uma pincelada?

Vá, preciso de perceber, para contextualizar o texto! :P

BTW e vais mudar de casa porquê? Não gostas dessa?