quarta-feira, 9 de abril de 2008

Quando é que casas???

E ENTÃO? PARA QUANDO O CASAMENTO??

Dasse... a tipíca pergunta que sinceramente já me está a começar a chatear... por mais que pense, já não sei qual a forma mais simpática e educada para responder a isto... sem que em vez do habitual... "bem casar n faz parte dos nosso planos para já... mas morar juntos! quem sabe quando acabar a faculdade" começe a responder... "dasse e se se metessem na p*** da vossa vida... quantas vezes vou ter de responder que não tenho como projecto de vida (para já... como é óbvio) casar e ter filhos... porra"... a sério, estou a começar a chatear-me com isto, já se torna oborrecido a mesma merda de pergunta... mas é assim tão anormal eu com 27 anos ainda n pensar em casar apesar de namorar há + de 10 anos???

Dasse q até irrita...

Sinto que perdi tanto tempo na minha vida sem ter um projecto de vida, sem me dedicar verdadeiramente a uma coisa, apenas me limitava a viver o dia-a-dia, e quando era confrontada com o pensamento de "mas o que quero fazer verdadeiramente da minha vida?" não sabia simplesmente o que responder, então limitava-me a responder para mim mesma " posso não saber o que quero para a minha vida, mas tenho bem presente aquilo que não quero"... hoje a pensar nisto até me dá arrepios e não gosto de ouvir quando alguém também usa este cliché, para se desculpar da sua vida mediocre e insignificante...

A verdade é que começei a trabalhar muito cedo, tinha 16 anos feitos à pouquissimo tempo quando percebi que odiava o agrupamento que tinha escolhido no 10 ano (humanidades), então como solução resolvi desistir... para não ficar em casa sem fazer nada, arranjei um emprego na hora (saio das aulas à hora de almoço, vou procurar trabalho da parte da tarde e no outro dia às 10h começo a trabalhar)... é um facto que o trabalho que tinha na altura não era nada de especial, mas só o facto de receber ordenado ao final do mês, de ter um horário para cumprir e obrigações fizeram de mim a adolescente mais patética de sempre...

E assim foi durante muito tempo casa-trabalho-casa-namoro, etc e tal, entretanto no decurso dessa jornada, inscrevi-me na escola à noite, para então fazer o 10º, 11º e 12º ano... durante esse período equacionamos a hipótese de comprar-mos casa e de juntarmos os trapinhos, vimos enumeras casas, até que encontramos uma que nos "enchia as medidas" e quando estavamos quase quase a entregar a papelada para dar andamento ao processo, começei a andar para trás e a pensar "será??? é isto mesmo que eu quero??? que vida vamos ter?? que projectos?? que qualidade de vida iremos ter com os magros ordenados que recebemos???, pensei... pensei e disse BASTA... poxa... tenho 25 anos, acabei agora o 12º ano as oportunidades de um melhor emprego são escassas, cada anúncio que vejo pedem licenciatura como requisito minímo... e eu limito-me a pensar numa casa, mas que raio...estou a pôr a "carrocha à frente dos bois"... vou mas é para a faculdade, vou ambicionar uma vida melhor... e assim foi...

Em 2006 inscrevi-me na faculdade e hoje estou no 2º ano da minha licenciatura... tenho pena que não tenha percebido isto mais cedo, mas também sei que ainda não é tarde, que ainda vou a tempo... adiei alguns projectos em prol de outros... mas também hoje sei aquilo que quero, aquilo que ambiciono, a força que me move é outra e não me limito a responder "ahhh e tal, projectos??? bem??? não sei bem, sei apenas aquilo que não quero???? bahhhh basta... basta de levar a mesma vida de sempre, basta de contar trocos até ao final do mês, de não ter guito nem para mandar "cantar um cego", BASTA...

Quero mais, muito mais, se o vou ter??? bem isso não sei... mas sei que vou lutar para que tudo mude... isso é uma grande certeza....


Entretanto compramos casa recentemente, ainda em construção, está prevista a sua conclusão no final deste ano, isto se não houver atrasos... para o ano se tudo correr como ambicionamos iremos então morar para a nossa casinha... mas não sem antes ir-mos para Londres para trabalharmos durante 6 meses a 1 ano, e depois... só depois então pensaremos em casamento e quem sabe em descendência...

Portanto parem de me perguntar: "para quando o casamento"...

2 comentários:

Sofia disse...

Perguntinha irritante! eheheh..também a ouço algumas vezes.

cris disse...

Olá,
encontrei o teu blogue, quase por acaso e gostei..
Qaunto a este assunto do casamento, sei perfeitamente do que falas, mas acredita que no meu caso é bem pior! porque eu tenho 40 e "ainda" sou solteira...