sexta-feira, 3 de julho de 2009

ESTOU EXACTAMENTE COMO NÃO QUERIA ESTAR...

ao fim de uma semana e meia do meu gajo estar a trabalhar à noite, lá rumei com uma amiga para o fantástico mundo da noite, queria conheçer o então novo trabalho, queria ver que era eu a paranóica, queria ver que os filmes na minha cabeça não faziam o menor sentido, queria ver que afinal o que conta são os sentimentos, queria ver que afinal é apenas e só um trabalho, queria ver exactamente o contrário daquilo que estou a sentir desde que este inferno começou, mal me conheço...
saí de casa às 23:45 praticamente arrastada, lá me arrangei em jeito de saída, pelo caminho ainda propus dar-mos um salto a outro lado, mas sem sucesso, nem 15m passados e eu tinha acabado de chegar...
chegadas ao local, escusado será dizer, que na zona de bares em redor, as pessoas já se apinhavam nos bares, não precisei de procurar muito para encontrar o novo bar, super in, com dois super armários (seguranças) à entrada e com direito a passadeira vermelha... lá dentro sem grandes surpresas a música estava em altos berros, mal dava para nos ouvirmos, 3 tipas em jeito de stripers já animavam a festa, e eu cada vez mais me sentia menos à vontade... lá o vi, demorou para que os olhos dele se cruzassem com os meus... iria quase jurar que ficou contente por me ver, no meio da surpresa... mas eu não!!!
gostei do espaço, do ambiente e quase que gostei da música (caso tivesse um nadita mais baixo), mas não gostei de ver o meu namorado ali, estive lá dentro cerca de 1hora e pouco, mas entretanto tive que me vir embora, estava a ficar com uma neura desgraçada e resolvi que já tinha visto aquilo que queria (ou o que não queria)!!!
Não vim logo para casa, precisava de digerir "esta nova realidade", enfiei-me num bar pouco mais à frente, onde bebi e não paguei, a Ladys Night tem destas coisas, ainda abanei o esqueleto, quase que numa tentativa frustada de me tentar divertir, mas não... não era a minha onda, aliás, não é a minha onda...
hoje aqui estou com apenas 3 horas de sono, sem base, sem anti-olheias, de cara lavada, mal humurada, a pensar nas decisões que preciso tomar, a pensar no quanto elas me irão custar...

12 comentários:

Saltos Altos Vermelhos disse...

ai caraças!isto realmente é difícil! para mim também me custaria uma decisão nesse assunto especifico! Mas pensa bem!

Hyndra disse...

Pensa lá bem se nao são coisinhas da tua cabeça antes de tomares decisões! Afinal...pareceu-te que ele "ficou contente por [te] ver". Já falaste com ele?! Já disseste o que sentes... o que pensas...se calhar ele pode ajudar-te a sentires-te melhor!

Olhos Dourados disse...

Não sei se percebi bem, não era suposto ele lá estar?

Miss Kitty disse...

Hummm é complicado ter um namorado na trabalhar em bares. Nunca vivi essa experiência mas tive colegas com quem aconteceu. Pelo que vi não é nada fácil. Pondera bem as coisas. Não há a possibilidade de ele trocar de emprego?...

BJS*

Maria disse...

e preciso ponderares muito bem estas tuas decisões... e até que ponto vale estragar uma relação de tanto tempo devido ao emprego do teu namorado. não será melhor ele tentar arranjar um trabalho diferente?

korrosiva disse...

Depois de 13 anos (certo?) ninguém melhor que tu saberás o que fazer!

Beijinhos

nutmeg disse...

Das duas, uma...
Ou te habituas à nova realidade (só passou uma semana e meia) ou esse sentimento continua a sufocar-te, mais e mais.
Tu e ele arranjarão uma saída, vais ver.
Como te disse, o meu gajo também trabalha à noite, mas numa redacção. Não tenho portanto termo de comparação.

Boa sorte

Sílvia disse...

Acho que não te podes continuar a sentir angustiada por isso... Afinal, é uma relação de muito tempo e acho que deves ter confiança suficiente nele. Afinal é só um trabalho... Pensa bem...

bj****

Antígona disse...

Convém pensar sempre três vezes antes de tomar seja que decisão for. Mas convém, sobretudo, dormir sobre os assuntos e nunca, mas NUNCA, tomar decisões de cabeça quente.

Frutinha disse...

ohhh, isso parece dificil e complicado. Entendo-te!!
Olha.. força, é aquilo que tens de ter :s

New Radical disse...

Eu já trabalhei á noite, em discotecas/bares e é um mundo podre, se fôr uma coisa temporária muito bem, se fôr definitivo hummmmmmmm não sei não....

kiss for you e toma a melhor decisão

Only Words disse...

Calma, cabeça fria, confiança e pragmatismo são os melhores ingredientes nestas alturas. Que tudo corra pelo melhor :)