sexta-feira, 6 de agosto de 2010

(POST LAMECHAS)

estava eu ontem à janela perdida nos meus pensamentos, quando de repente me dei conta que deixei (deixámos) passar uma data importantissíma... deixei passar o dia 31 de Julho como se nada fosse, como se fosse um dia como qualquer outro, mas ao invés disso é (era) uma data muito especial... o dia em que 15 anos se passaram, o dia que celebra um dos sentimentos mais especiais e profundos que nasceram em mim e que provei, quando ainda era uma miuda... metade daquilo que vi, vi a teu lado; metade daquilo que aprendi, aprendi a teu lado; metade daquilo que senti, provei, amei e conheci, aconteceu sempre a teu lado; cresci contigo... estamos juntos exactamente há metade da minha existência... sou metade de ti!
mas ainda assim, fora da data, faço questão de celebrar o que tu insistes em chamar de "destino", mesmo não acreditando que alguém algum dia traçou a nossa estrada ou traçe a estrada de alguém... somos nós que fazemos o nosso próprio mapa!

Sem comentários: